Conheça a teologia armínio wesleyana e entenda seus fundamentos

3 minutos para ler

O cristianismo conta com diversas vertentes teológicas. Algumas delas são mais conhecidas e outras menos. Por isso, como você deve imaginar, elas apresentam certas discordâncias na forma de interpretar a Bíblia (em temas como a salvação, pecado e outros aspectos).

A teologia armínio wesleyana, por exemplo, conta com suas peculiaridades. Estudar e conhecer o que ela defende é uma ótima maneira de saber se você também se identifica com ela.

Se você ficou curioso e quer se informar mais sobre o assunto, leia este artigo e fique por dentro do tema. Vamos lá?

Afinal, o que é a teologia armínio wesleyana?

Essa teologia é famosa por defender e propagar que o pecado atingiu a raça humana de forma completa. Esse fato fez com que todos nós tivéssemos uma inclinação natural ao mal, ou seja, a nos submetermos aos nossos delitos e inclinações da carne.

Até aí, muitas versões costumam concordar, mas as diferenças aparecem em seguida: como Deus trata o pecador nessa situação. No caso da teologia armínio wesleyana, Deus estende a Sua graça para toda a humanidade por meio do Espírito Santo. Ele, em nós, representa a força, se nos opormos ao pecado e vencermos as tentações.

Nesse caso, a iniciativa para nos resgatar do estado de depravação que nos encontramos é do próprio Deus — e cabe a nós responder com arrependimento. Ainda assim, é possível aceitar ou resistir a essa situação. Isso significa que a graça de Deus pode ser uma facilitadora, mas ela não determina como reagiremos a esse “convite”.

O que é arminianismo?

Para entender um pouco melhor essa construção, é importante sabermos o que Armínio defendia (e que justificou a criação de uma vertente com o seu nome). Ele pregava que a salvação atinge cada pessoa de forma particular e, como adiantamos, é uma iniciativa que parte de Deus — mas que pode ser resistida por qualquer pessoa.

Ela ganhou ainda mais força depois da sua morte, quando alguns ministros holandeses se uniram para publicar um documento que reafirmava seus conceitos. Ele acabou se tornando um norte para quem acredita na vertente defendida por ele.

E a visão da teologia de Wesley?

John Wesley está, sem sombra de dúvidas, entre os principais nomes da história cristã. Ele é pai do metodismo e também entendia a salvação do homem de forma similar ao arminianismo. Assim, defendia que o homem não tem nenhum tipo de justiça em si mesmo e, por isso, está sujeito à ira e ao julgamento de Deus.

Ele também acreditava que o homem precisava de uma intervenção da graça de Deus para mudar o seu percurso. Para fechar as similaridades entre eles, vale destacar que a obra de Cristo atua restaurando o nosso livre-arbítrio. Isso significa que o homem não é predestinado para a salvação (como defende o calvinismo).

Agora que você descobriu o que é a teologia armínio wesleyana, pesquise um pouco mais sobre ela e entenda com mais profundidade os seus fundamentos e princípios. Nós disponibilizamos diversos livros e literaturas sobre o assunto.

Se você quer saber mais sobre o tema, conheça um dos livros que temos disponíveis na nossa loja online. Entre em contato conosco e conte com a nossa ajuda!

Posts relacionados

Um comentário em “Conheça a teologia armínio wesleyana e entenda seus fundamentos

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.